Conversa Objetiva: Experimento com Cristais Radiônicos em Feijões
Este Blog é dedicado a tratar de assuntos como ufologia, religião, saúde, política, e cidadaniaCom uma linguagem às vezes subjetiva, oferece distintas  interpretações sobre a vida, sobre o Universo e a presença da humanidadeSerão apresentados recortes direcionados com o objetivo de despertar o pensamento crítico do ser humano, o desenvolvimento do respeito e da compaixão, da união e da igualdade entre as pessoas.
UTILIZE O MENU AO LADO <- PARA SELECIONAR POSTAGENS ANTIGAS NO ARQUIVO DO BLOG.

" Toda verdade passa por três estágios: Primeiro, é ridicularizada. 
Segundo, é violentamente rejeitada. 
Terceiro, é aceita como sendo auto-evidente."
Arthur Schopenhauer

Facebook Page

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Experimento com Cristais Radiônicos em Feijões


.................................Iniciei uma observação sobre os efeitos dos cristais radiônicos no desenvolvimento de feijões plantados em algodão umedecido. Não tenho a intenção de explicar aqui os princípios e técnicas utilizadas em Acupuntura Quântica e nas terapias propostas pelo criador desses cristas, Raul Breves. Para maiores informações, visite os sites do Acupunturista através dos endereços www.terapiadobem.com.br ou http://raulbreves.blogspot.com e navegue pelas páginas do mesmo. Este estudo tem por objetivo apenas observar os resultados.



Foram criadas seis amostras de feijões plantados em algodão umedecido.

Veja as amostras abaixo:

Figura 1. Amostras após 5 dias do início do experimento.


Entenda o que foi feito e observado pela tabela abaixo.

 Tabela 1. Características de cada amostra e as observações feitas.
_____________________________________________________________________

1

2

3

4

5

6

Data de início
Data de início
Data de início
Data de início
Data de início
Data de início

04 NOV 11


04 NOV 11

04 NOV 11

04 NOV 11

04 NOV 11

04 NOV 11
Elemento estudado:
Elemento estudado:
Elemento estudado:
Elemento estudado:
Elemento estudado:
Elemento estudado:

 2 Feijões em algodão umedecido

2 Feijões em algodão umedecido

2 Feijões em algodão umedecido


2 Feijões em algodão umedecido

2 Feijões em algodão umedecido

2 Feijões em algodão umedecido
Peculiaridade da amostra:
Peculiaridade da amostra:
Peculiaridade da amostra:
Peculiaridade da amostra:
Peculiaridade da amostra:
Peculiaridade da amostra:







--


Gráfico- mãe dos cristais radiônicos colado no fundo do copo, por fora.

5 Esferas de cristal comum coladas no fundo do copo, por fora.

5 Esferas de cristal comum coladas no gráfico-mãe e este no fundo do copo, por fora.

5 Esferas de cristal radiônico coladas no fundo do copo, por fora.
1 esfera de cristal radiônico colocada entre os dois feijões.

5 Esferas de cristal radiônico coladas no gráfico-mãe e este no fundo do copo, por fora.
1 esfera de cristal radiônico colocada entre os dois feijões.

Brotamento
Brotamento
Brotamento
Brotamento
Brotamento
Brotamento

Coloração branca, em tempo compatível ao das amostras 3 e 4.
Apenas um dos feijões brotou.


Ausência de brotamento até o quinto dia do experimento

Coloração branca, em tempo compatível ao das amostras 1 e 4.

Coloração branca, em tempo compatível ao das amostras 1 e 3.

Brotamento precoce com relação às demais amostras, de coloração verde claro.
Avulsão precoce da casca.
  
Coloração verde, em tempo compatível ao da amostra 1.
Desenvolvi/o
Desenvolvi/o
Desenvolvi/o
Desenvolvi/o
Desenvolvi/o
Desenvolvi/o

DENTRO DO ESPERADO


AUSENTE

ACELERADO  ++

ACELERADO
+

ACELERADO ++++

ACELERADO
+
Aspecto
Aspecto
Aspecto
Aspecto
Aspecto
Aspecto

QUINTO DIA:
Mantém a casca, coloração verde-esbranqui-çada, encurvado para baixo, com aspecto geral de fragilidade.


SEXTO DIA:
Ainda não avulsionou a casca . O feijão que brotou tem coloração verde no caule e esbranquiçada 
no centro.
Um dos feijões continua sem brotos.


QUINTO DIA:
Parece ter ocorrido fusão de contato entre os feijões, com membrana translúcida. Parece manter-se estrutural-mente semelhante à data de plantio, exceto pela aparência mais “amolecida” das cascas.

SEXTO DIA:
Nada mudou

QUINTO DIA:
Um feijão se desenvolveu mais do que o outro. As cascas não se avulsionaram e um dos feijões assume posiciona-mento verticalizado, de cor verde-esbranqui-çado.


SEXTO DIA:
O feijão mais desenvolvido não avulsionou a casca, mas o menos desenvolvido sim. Os caules e os feijões têm coloração verde-esbranquiçado 




QUINTO DIA:
Um feijão brota mais rápido que o outro. A avulsão da casca está acelerada com relação à amostra 1. Mantém tamanho e desenvolvi-mento pouco superiores às amostras 1 e 6.


SEXTO DIA:
O feijão mais desenvolvido 
apresenta pedaços da casca aderidos. O segundo feijão começa e se enraizar no algodão.

QUINTO DIA:
Estrutura rígida, espessa e de coloração verde. Posição verticalizada e com projeção de folhas.
Tamanho e velocidade de desenvolvi-mento muito superiores às outras amostras.



SEXTO DIA:
Há folhas bem projetadas no feijão mais desenvolvido e folhas em projeção no outro. Ambos os feijões assumem posição bem verticalizada e firme, com postura muito diferente dos demais.


QUINTO DIA:
Avulsionando casca de um dos feijões que se desenvolve mais rapidamente que o outro. Coloração verde e posição encurvada.



SEXTO DIA:
O feijão continua avulsionando a casca e ainda não se "levantou". Possui coloração verde semelhante ao da amostra 5. O segundo feijão ainda não aparece por baixo de sua casca solta.

Odor
Odor
Odor
Odor
Odor
Odor

QUINTO DIA:
Ruim, com traços característicos de feijão


SEXTO DIA:
Continua com odor de mesma característica, porém em menor intensidade.

QUINTO DIA:
Fétido, semelhante a organismos em decompo-sição.

SEXTO DIA:
O odor se modificou. Diria que tem traços parecidos com frutos do mar. A intensidade do odor é menor do que no dia anterior.

QUINTO DIA:
Ausente


SEXTO DIA:
Leve odor vegetal

QUINTO DIA:
Ausente



SEXTO DIA:
Leve odor vegetal

QUINTO DIA:
Odor vegetal, com aspecto ligeiramente aromatizado



SEXTO DIA:
Nada mudou

QUINTO DIA:
Odor adocicado muito discreto



SEXTO DIA:
Odor muito discreto, com traços parecidos ao da amostra 5.
Causa impressão de estar "gelado".
_____________________________________________________________________


.................................O experimento foi ENCERRADO ao oitavo dia, pois, com o crescimento dos feijões das amostras 5 e 3, os copos se soltaram e caíram da bancada, comprometendo a estrutura dos mesmos. Nesse dia, havia equivalência de tamanho entre as amostras 3 e 5;  1,4 e 6; e a amostra 2 não mostrava sinais de brotamento, com redução do odor.







Materiais específicos utilizados:

        ......
Figura 2. Gráfico-Mãe de Raul Breves  ......Figura 3. Cristais Radiônicos






Acompanhe abaixo as fotos do experimento.


FOTOS DE 09 DE NOVEMBRO DE 2011 (5 dias após o início do experiemento)














FOTOS DE 10 DE NOVEMBRO DE 2011 (6 dias após o início do experiemento)

















www.rogerronconi.com

Tv. Quintino Bocaiúva, n.8
Centro, Taubaté, São Paulo
12 3426 04 50

2 comentários:

Compartilhe

Poderá gostar de ler também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...